quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Astrônomos descobrem sistema planetário com duas estrelas

Existência de dois planetas na órbita de duas estrelas era inédita. Planetas do tipo são comparados a Tatooine, de 'Guerra nas Estrelas'.



(G1) Astrônomos anunciaram nesta terça-feira (28) a descoberta de um sistema planetário situado ao redor de duas estrelas. Foi a primeira vez que duas estrelas e dois planetas foram registrados no mesmo sistema.

Em 2011, uma pesquisa já tinha mostrado pela primeira vez um planeta que orbita duas estrelas. Ele foi comparado a Tatooine, planeta fictício da série “Guerra nas Estrelas”, que também tinha essa característica.

O que é inédito na atual pesquisa, apresentada na Assembleia Geral da União Astronômica Internacional e na revista “Science”, é que o “Tatooine” em questão tem um planeta vizinho no mesmo sistema, como Marte é em relação à Terra.

O conjunto de duas estrelas é conhecido na astronomia como “estrela binária”. Essa recebeu o nome de Kepler-47, pois foi descoberta pela sonda Kepler, da Nasa. A maior das estrelas tem aproximadamente a mesma massa do Sol, enquanto a menor tem apenas um terço do tamanho.

Nenhum dos dois planetas identificados tem condições de abrigar vida. Um deles é cerca de três vezes maior que a Terra, mas fica perto demais da estrela binária e não poderia ter água em estado líquido. O outro fica na chamada zona habitável, onde as temperaturas permitiriam a existência de vida, mas é grande demais para isso – tem o tamanho aproximado de Urano, cerca de 4,6 vezes o tamanho da Terra.
----
Matérias similares no TerraiGUOL, Oficina da NetR7Veja (com infográfico)YahooEstadãoInovação TecnológicaCiência Hoje - Portugal Correio BrazilienseAstroPTDN - PortugalPúblico - Portugal e Cienctec


----
E mais:
Duas vezes crepúsculo (Ciência Hoje das Crianças)

Nenhum comentário:

Postar um comentário